Buscar
  • IBES

Afinal, o que faz o profissional de comércio exterior?


Balança comercial semanal e mensal, aduana, preço do dólar, câmbio e mercados consumidores internacionais. Esses são apenas alguns dos termos técnicos que fazem parte do cotidiano do profissional de comércio exterior.

Tomadas em conjunto, suas atribuições podem ser catalogadas na categoria deatividades econômicas, mas com um lugar de destaque. Afinal, elas são responsáveis por parte dos números que são utilizados como parâmetros para medir o desempenho comercial de um país diante de seus parceiros internacionais.

Abaixo, você confere o que precisa saber sobre a atuação de um profissional de comércio exterior. Vamos abordar os conhecimentos necessários, a atuação e as disciplinas desse curso. Leia até o fim e saiba se ele é mesmo para você!

O que é comércio exterior?

Diversas são as atividades de um profissional de comércio exterior. No entanto, todas elas estão direta ou indiretamente relacionadas às importações e exportações do seu país de origem.

Assim, tudo que uma nação encomenda em mercados internacionais, assim como aquilo que ela vende para esses mercados é objeto de estudo e intervenção do comércio exterior, desdobrando-se nas suas mais diversas atividades.

Nas últimas décadas, o Brasil experimentou uma grande diversificação das suas exportações. Antes, vendíamos apenas bens primários e precisávamos importar quase qualquer produto mais sofisticado, o que gerava uma balança comercial desfavorável.

Com a modernização e industrialização dos diversos bens e serviços, o país pôde começar a comercializar também itens manufaturados e produtos industriais produzidos por aqui.

Com essa expansão, também a área de atuação do profissional de comércio exterior cresceu e se diversificou. Hoje, a demanda por esses profissionais é muito maior que há 20 ou 30 anos, assim como seus salários.

O que faz o profissional de comércio exterior?

Como dissemos, a base da sua atuação são as operações de importação e exportação. No entanto, limitá-lo a isso seria reducionismo, uma vez que essas atividades se desdobram em muitas outras, que acabam exigindo algum tipo de especialização.

Assim, o profissional de comércio exterior tem muitas sub áreas em que pode focar seus estudos, o que permite atrair a atenção de estudantes com diferentes tipos de interesse e perfil profissional.

Importação e exportação

A relação entre as importações e exportações de um país forma o que chamamos de sua balança comercial. Em termos ideais, o objetivo é sempre obter uma balança comercial favorável, isto é, vender mais para fora do que comprar.

Para que isso aconteça, é necessária uma série de conhecimentos sobre economia, finanças e administração. Esses conhecimentos envolvem contextos internacionais, já que comprar e vender para outros países, assim como qualquer tipo de venda, envolve senso de oportunidade.

Transações cambiais

As oscilações das diferentes moedas com relação ao dólar delimitam essas oportunidades. As relações econômicas entre os países são muito afetadas pelas suas variações cambiais, e cabe ao profissional de comércio exterior realizar projeções e interpretações desses dados.

Despacho e legislação aduaneira

O despacho de mercadorias importadas é um trâmite burocrático necessário para regular a balança comercial. Assim, existem diversas regras e taxas que visam regular a importação, de modo que seu excesso não enfraqueça a indústria nacional.

Quem quer ter sucesso no comércio exterior deve compreender a legislação das aduanas — setor responsável pelas entradas e saídas de bens de consumo importados e exportados — e utilizar esses conhecimentos da melhor maneira possível.

Prospecção e pesquisa de mercados

Com todo esse conhecimento adquirido sobre as relações comerciais entre os países, os profissionais de comércio exterior acabam se tornando valiosos para determinadas indústrias e organizações. Assim, eles atuam na iniciativa privada pesquisando mercados consumidores em outros países, assim como identificando oportunidades de novos negócios.

Pense que, ao se formar nesse curso, você adquire enorme conhecimento sobre políticas cambiais e de comércio internacional. E qual empresa que exporta não tem a necessidade de realizar projeções a esse respeito, adquirindo segurança para negociações em curto, médio e longo prazos?

Áreas correlatas em grandes empresas

Embora pareça específico, o curso de comércio exterior é bem abrangente. Nele, são abordados conceitos e práticas econômicas e de gestão que são aplicáveis tanto a relações internacionais quanto nacionais, e mesmo no contexto de empresas públicas e privadas.

Ou seja, essa formação permite ao graduado atuar em áreas correlatas e o conhecimento adquirido aumenta muito suas chances de alocação profissional.

Em outras palavras, trata-se de um curso que permite formação em áreas as mais diversas, e forma profissionais capacitados para atuar em diferentes setores econômicos. Você não terá muitas dificuldades de se empregar quando sair da faculdade.

Como é o curso de comércio exterior?

O curso de comércio exterior pode ser realizado como uma especialização pelos alunos de economia, ou mesmo por quem pretende seguir carreira de gestor. Nesses casos, os cursos de origem já terão fornecido ótimas bases para os primeiros passos na área.Caso você não pretenda procurar essa formação na modalidade de pós-graduação, é possível também cursá-la na modalidade tecnologia em comércio exterior. Ela é mais objetiva e curta, mas tem a mesma validade de qualquer curso superior.

Pelas próprias atribuições do profissional dessa área, você já deve imaginar quais assuntos são abordados ao longo do curso. Abaixo, listamos algumas das disciplinas mais comuns:

- Sistemas e teorias de importação e exportação; - Leis que regem o comércio exterior; - Direito Internacional Público e Privado; - Economia Internacional; - Em seu conjunto, as diversidades étnicas e culturais entre os povos e como elas afetam as transações comerciais; - Gestão aduaneira e de exportação; - Marketing.

Na IBES, oferecemos o curso de pós-graduação EAD em comércio exterior. A abordagem econômica que escolhemos para a nossa grade curricular é atualizada e baseamos nossos exercícios em temas relevantes para a conjuntura política e socioeconômica atual.

Se você está em busca de estudos objetivos e uma carga teórica e prática que o deixe seguro para ingressar no mercado de trabalho, com certeza temos ótimas opções. Você pode consultar a nossa grade curricular e conhecer melhor esse curso.

E se a leitura deste artigo ainda deixou dúvidas sobre os estudos e atuação do profissional de comércio exterior, deixe um comentário abaixo. Vamos respondê-lo o mais rápido possível!

1 visualização

Avenida 136, 761 11º Andar - Setor Sul
Goiânia GO

©2019 por CURSOS IBES EAD. Representante Faculdade Única, Prominas e Candido Mendes. Os produtos são todos online e entregues em 48 horas aproximadamente.