Buscar
  • IBES

Como ser um investidor consciente?




Perfil do investidor Como já mencionado, existem algumas variáveis indispensáveis nesse ramo; uma delas é o perfil do investidor. Em primeiro lugar, deve ser feita uma análise do perfil de quem irá investir, isso porque é extremamente importante que você realize seu investimento em uma área em que você tenha aptidão e que se encaixe com a sua personalidade e seus objetivos. De acordo com os estudiosos da área, alguns perfis existentes são:


Para finalizar, existem algumas tendências para 2020 que você precisa conhecer, para começar a investir! Confira: De acordo com a Taxa Selic (a taxa média dos financiamentos diários apurados no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia para títulos federais no Brasil), os âmbitos que devem ser investidos e os que não devem, são, respectivamente:


Conservador Esse perfil de investidor tende a dar prioridade à segurança dos processos. Por causa disso, os investimentos são realizados majoritariamente em produtos de baixo risco. Por outro lado, a vantagem é que o patrimônio estará sempre seguro e não haverá prejuízos. Se você tem um perfil mais conservador e deseja preservar seu patrimônio de maneira segura, essa é a melhor opção: escolha a área que você gosta e invista assim, tranquilamente!


Moderado O segundo perfil é caracterizado por ter um equilíbrio nos aspectos: apesar de ser conservador, já possui segurança para investir em produtos mais arriscados, e possui tolerância aos riscos de longo prazo. Além disso, investidores moderados possuem tendência a balancear rentabilidade e risco, por isso, precisam ser pessoas analistas e bastante equilibradas. Se o seu perfil corresponde a essas características, comece a analisar o mercado e realize investimentos que equilibrem os dois extremos. Assim, você terá uma maior facilidade em administrá-los.


Arrojado O último perfil é o mais audacioso, isso porque essas pessoas geralmente visam lucros muito altos e não têm receio dos riscos. Assim, o objetivo é proporcionar crescimento ao seu patrimônio da maneira mais vantajosa possível, visto que esse perfil possui bastante conhecimento de mercado e confiança em onde investir. Porém, o investidor arrojado precisa tomar cuidado e sempre ter uma reserva de emergência, para que não haja prejuízos! Caso você seja audacioso e tenha esse perfil visionário, não tenha medo! Invista e sonhe com grandes conquistas, não esquecendo de adotar algumas medidas de segurança, para que não aconteçam perdas!


Investindo de maneira consciente


De acordo com Warren Buffet: “O investimento deve ser racional. Se não for capaz de compreendê-lo, não o faça!”.  Contudo, separamos algumas dicas para quem deseja realizar grandes coisas, mas de forma consciente


Planejamento financeiro


É fundamental que você tenha conhecimento da sua realidade financeira, para que trace estratégias e objetivos para começar a investir. O planejamento precisa iniciar com o levantamento de dados da situação atual da sua renda, para que você compreenda as possibilidades e posteriormente comece a trilhar esse caminho! Com paciência e persistência, com certeza dará certo! Atenção à liquidez dos investimentos


Em síntese, a liquidez se trata da facilidade com que um ativo financeiro pode ser convertido em dinheiro; quanto maior a velocidade dessa conversão, maior é a liquidez do investimento. É importante que você se atente a esse aspecto, já que alguns investimentos geram mais vantagens que outros; por isso, avalie com cuidado os prazos e a liquidez no momento de formar a carteira de negócios.


Conhecimento na área Como já mencionado no início do artigo, é muito importante que você acumule conhecimentos nessa área. Os bons investidores são aqueles que são bastante estudiosos e que focam no aprendizado. Uma ideia é realizar formações em cursos que irão te auxiliar no desenvolvimento das habilidades necessárias, como na área financeira, de gestão e de administração. Invista em uma pós-graduação, uma especialização e em cursos que te ajudarão a expandir seus conhecimentos!


Tendências 2020 – Onde investir?


Onde investir em 2020:

1. CDBs prefixados e IPCA+

2. Créditos Privados (CRI e CRA)

3. Debêntures incentivadas

4. Fundos de Crédito

5. Fundos Imobiliários

6. Fundos Multimercado e de Ações

7. Ações (Bolsa de Valores)


Onde não investir em 2020:

1. Poupança

2. Fundos DI com Taxa de Administração Superiores a 0,4% a.a

3. CDBs que rendem menos que 95% do CDI

4. Fundos de Previdência com Taxas Superiores a 1,5% a.a.


Conclusão:

Em suma, os investimentos são de extrema complexidade e precisam ser levados a sério. Por isso, anote nossas dicas e comece a planejar! O IBF tem o compromisso de te mostrar os melhores caminhos para um futuro promissor!


Quer falar conosco?Entre em contato conosco através do nosso chat online aqui no nosso site; pelo WhatsApp.

0 visualização

Avenida 136, 761 11º Andar - Setor Sul
Goiânia GO

©2019 por CURSOS IBES EAD. Representante Faculdade Única, Prominas e Candido Mendes. Os produtos são todos online e entregues em 48 horas aproximadamente.