Buscar
  • IBES

Trabalhar com educação: descubra as opções de carreira na área

Muitas pessoas se sentem desestimuladas com a ideia de trabalhar com educação, pela ideia (equivocada) de que se trata de um mercado muito restrito ou de que os salários são baixos. Entretanto, concluir uma graduação ou pós na área não significa necessariamente que você deverá atuar em sala de aula. Existem diversas possibilidades profissionais para o formado na área.


Transmitir conhecimentos é considerado por algumas pessoas muito mais que uma profissão: trata-se de uma verdadeira missão. Atuar como uma espécie de auxiliar na formação do ser humano é um papel de fundamental importância para a sociedade. Se levarmos em conta essa questão e as amplas oportunidades que podem se abrir ao profissional do ensino, não há motivos para abandonar esse sonho.


Se você deseja entender melhor quais são suas possibilidades após uma formação em educação, continue lendo. Preparamos um artigo especial sobre o assunto.

Trabalhar com educação: bacharelado ou licenciatura?

Por mais que você já tenha decidido construir sua carreira na área da educação, pode ser que ainda haja dúvidas quanto ao bacharelado ou licenciatura. Uma vez que você se forma em letras ou pedagogia, a licenciatura permite que você atue em sala de aula. Sendo assim, escola públicas e privadas se tornam a sua principal frente de carreira.


Há pessoas que nutrem verdadeira paixão pelo ambiente escolar e desejam crescer nesse ramo. Entretanto, caso você deseje ampliar suas possibilidades, é possível ingressar em uma pós-graduação. Assim, o profissional não se atém somente à sala de aula, podendo atuar, por exemplo, em cargos públicos relacionados à administração de escolas.

Um terceiro caso ainda diz respeito a formados em outras áreas profissionais. Há quem se descubra interessado em ensinar mais tarde, já na idade adulta. Muitas vezes, a questão financeira

e a rotina de trabalho tornam difícil a conclusão de uma segunda formação superior com duração de 4 anos ou uma pós-graduação e essas pessoas se veem destinadas a permanecer em sua área da primeira formação, sem possibilidades de migrar para o que realmente gostam.


Entretanto, existe hoje a possibilidade de tornar-se bacharel por meio de uma segunda graduação, que pode ser a distância e com duração bem menor que a primeira, e por meio da formação pedagógica. Assim, o profissional se torna apto a fazer o que realmente gosta, sem ônus na preparação acadêmica para ingressar nesse mercado.

Quais as possibilidades de atuação?

Pode ser que você esteja se perguntando também quais são, afinal, as possibilidades de atuação para o formado na área da educação. Para ajudá-lo a entender melhor esse mercado, listamos abaixo 4 bons exemplos do que você pode fazer após concluir o curso.

Sala de aula

Muitos estudantes de educação pretendem se tornar professores. Eles desejam trabalhar em sala de aula, nas mais diversas áreas. Vale lembrar que é possível atuar no campo da educação também em outras instâncias. Entretanto, se o seu sonho é tornar-se professor, lembre-se de que essa é uma das principais opções de trabalho para formados em letras ou pedagogia.


O professor pode estar em escolas, em geral. E o lado bom é que você pode se especializar na área que mais lhe interessa. Há pessoas que escolhem se dedicar à educação infantil ou aos primeiros anos do Ensino Fundamental, enquanto outras se especializam em aulas de português ou outro idioma para os anos seguintes.


Existe ainda a possibilidade de lecionar em nível universitário a partir da continuidade dos estudos. Há opções de pós-graduação que capacitam o interessado a se tornar professor de faculdade. Se a sua ideia é ascender na carreira em sala de aula, trata-se de uma possibilidade a ser analisada.

Gestão escolar

O aluno formado na área de educação pode se tornar gestor escolar. Isso significa que você tem meios para se especializar em administrar escolas e, a partir daí, ocupar cargos de coordenação e direção em instituições de ensino. Nesse caso, trata-se de uma oportunidade para aqueles que desejam crescer na carreira, sem necessariamente permanecer em sala de aula.


O gestor escolar pode até se tornar proprietário de uma instituição de ensino, uma vez que conta com ferramentas suficientes para atuar no controle administrativo e pedagógico do estabelecimento. Se você é formado em administração de empresas, por exemplo, mas gosta da área pedagógica, uma boa opção é realizar uma segunda graduação em pedagogia e assim unir as duas vertentes de trabalho.

Carreira pública

Um professor pode prestar concurso público para atuar em escolas estaduais e municipais. Uma das vantagens da carreira pública é a estabilidade. Em algumas cidades, há ainda planos de carreira e oportunidades de aperfeiçoamento e novas formações para esses profissionais, sem contar os benefícios que já fazem parte do cargo.


Concurseiros que desejam seguir carreira na área da educação têm ainda a vantagem de que o intervalo entre as provas não costuma ser tão grande. Praticamente todos os anos, haverá um concurso no Estado ou na prefeitura da sua cidade. E você ainda conta com a oportunidade de se inscrever para atuar em cidades vizinhas.

Escolas de idiomas

Um professor pode especializar-se em uma língua estrangeira e atuar na rede particular, em institutos de idiomas. Trata-se de uma oportunidade que se torna ainda mais evidente quando você tem formação superior em alguma área pedagógica. Atualmente, há muitas escolas de inglês em nosso país e a procura pelo ensino de outras línguas, como espanhol e francês, também vem crescendo.


Assim, se você gosta de línguas estrangeiras, está aí uma possibilidade para atuar na área da educação. Devido ao grande número de escolas existentes hoje, você dificilmente ficará sem trabalho. Uma outra possibilidade, ainda para o professor de idiomas, é focar em aulas particulares. Assim, você faz a sua própria agenda e ganha autonomia. Só é importante lembrar que é necessário manter-se atualizado e buscar cursos de aprimoramento.

Como se pode ver, trabalhar com educação vai muito além de dar aulas em uma escola convencional. Essa é apenas uma das possibilidades que se abrem à sua frente quando você se forma no ramo. Um professor é um agente que transmite conhecimentos e está sempre em evolução.

0 visualização0 comentário